quarta-feira, 7 de abril de 2010

REVISITANDO AS AULAS DE LÍNGUA PORTUGUESA DOS 3ºs ANOS 2010...DOS DIAS 30/03 e 01/04

As aulas da última semana de março centraram-se na discussão acerca do poder da palavra sagrada, claro, para quem tem fé. Partimos da leitura do relato bíblico no qual o rei Salomão mostra sabedoria ao solucionar uma questão relacionada à maternidade. O tema "o poder da palavra divina" já foi abordado, timidamente “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus.” A verbalização se presentifica no ato de Criar e nele, neste processo, existe interlocutores. Sem os Dois, o Um não Verbaliza e, portanto nada Cria. Abordagem, no entanto, se direcionou para a palavra do poder, isto é, a normas, regras, códigos; no caso, Leis divinas, partindo do livro de Gênesis "E ordenou o Senhor Deus ao homem dizendo: De toda a árvore do jardim comereis livremente. Mas da árvore da ciência do bem e do mal, dela não comerás, porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás.” (Gênesis cap 2 vers.16 e 17). Foi também uma oportunidade para se discutir a questão da simbologia presente, não só no fragmento em questão, mas também em todos os textos bíblicos.


Na quinta-feira, como previsto, a pauta se centrou na leitura do conto de Drummond, “Nossa amiga”, e na comparação entre a narrativa de que cria a imagem de São Paulo nos dos anos 20s do século passado com a invasão das máquinas com teus ruidos característicos e o conto de Drummond, antes, porém, exposição rápida sobreA poesia, o estilo e a biografia de Oswald de Andrade pesquisada por alguns alunos. (NOTA: proposta da "Revista da SE").

A POESIA DE OSWALD DE ANDRADE
e
QUEM É OSWALD?



28 comentários:

Natalia C. disse...

Mais uma vez podemos dar enfase nas questões direcionadas ao "PODER DA PALAVRA",Veja que ela pode mandar e desmandar.Como no conto de Salomão,predominou-se a palavra do poder, e a razão.
Indicando também que ela,a palavra,razão e emoção também andam juntas.
Como por exemplo, nos textos de Oswald De Andrade,o autor utilizando as palavras consegue fazer o leitor sentir o barulho,movimento,e agito de São Paulo.
Ou nas mais belas obras de Carlos Drummond De Andrade(não só "NOSSA AMIGA",Mas outros também,excelentemente bem escritos),mostrando a capacidade que a palavra tem de fazer ou leitor criar hipóteses,viajar,conhecer o que não conhecia,e o mais importante:sentir-se bem ao ler(pois se um leitor abre um livro de poemas,ou contos que seja, sem nenhum motivo,certamente o fechará em cinco segundos!Pois nenhuma palavra do poder é procurada,sem não precisa-se de um certo poder de cura).
NATALIA CAPI 3ºEMB

Leticia disse...

Na terça feira trabalhamos um texto do livro de didático,onde lemos um texto biblico, a passagem de Salomão, conhecido como o homem mais sábio dos textos bíblicos, e discutimos que para ser sábio é necessário ser justo.
Na quinta feira, voltamos ao “caderninho”, onde retornamos ao conto de Drumonnd de Andrade, “Nossa Amiga”,e também discutimos sobre a biografia de José Oswald de Sousa Andrade, e falamos sobre a poesia moderna, que nasce no nosso pais no século XX, com temas variados e urbanizados.

Letícia 3°EMB

Marcelo Luis disse...

Nas aulas da semana passado continuamos com o mesmo tema de o poder da palavra e a palavra do poder , mais diferentemente das outras aulas , na aula de terça foi abordado sobre o texto biblico de Salomão , em que o rei (Salomão) resolve uma discussao entre duas mulher usando o "poder da palvra" . Enquanto na aula de quinta continuamos a leitura e analise do texto "Nossa Amiga" de Carlos Drummond de Andrade , e entao os comparamos com o texto de Oswald de Andrade , que falando do proprio , foi feita uma pequena abordagem sobre sua biografia.
Marcelo Luis 3ºEMB

Renata disse...

Terça feira retomamos mais uma vez o Poder da Palavra, falamos sobre a passagem biblica do Rei Salomão, onde claramente vemos que a palavra tem um poder absurdo e o que pode causar, como a reação da mãe diante da proposta do rei de cortar o garoto. Vimos que a palavra também age nas emoções, intensificando-as de um modo bom ou ruim. Na quinta lemos e comentamos um pouco da Biografia Oswaldo de Andrade, da sua participação na semana da arte moderna junto a Lucila do Amaral e Mario de Andrade e alguns acontecimentos em sua vida, como a traição a esposa. Lemos também o texto "Nossa Amiga" em partes, criando hipóteses sobre o que iria acontecer após cada uma lida.

Renata Lopes 3EM B

Leonardo disse...

Nas duas últimas aulas do mês de março o assunto embasado foi a discussão sobre o poder da “palavra sagrada”, no qual vimos o poder de tal no texto discutido em sala de aula que é o conto de Salomão, ele que por sinal é uma figura muito importante nos textos bíblicos por ser um rei justo e com plena sabedoria em cada um de seus julgamentos.
Como citado aqui no blog e dado ênfase na discussão em sala de aula, o assunto abordado “o poder da palavra divina” foi o principio para a criação como citado no texto da professora (No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus); pelos meus entendimentos sobre tal aspecto eu conclui que o poder da palavra divina é muito importante, pois nos da uma ideia que a palavra foi o fundamental para tudo e como a palavra tem poder.
Discutimos também, um dos textos do caderno do aluno 2009 – volume 4 que se chama “Nossa Amiga” do autor Carlos Drummond de Andrade, e os comparamos com um dos textos de José Oswald de Sousa Andrade,também teve-se uma pequena discussão sobre sua biografia, e falamos um pouco sobre a poesia moderna no século XX.

Leonardo Rodrigues 3ºEMB

guilherme disse...

Em mais uma aula conversamos sobre o poder da palavra,
falamos um pouco sobre a biblia relatando sobre o rei Salomão em sua decisao, ondi sua palavra naquela época tinha poder e a razao.
falamos também sobre poetas como Carlos Drummond De Andrade, que seus poemas tem a força de fazer o leitor viajar mostrando em poucas palvras.Como mostro o texto lido do caderninho(do vomule 4 DO ano de 2009) A cidade de São Paulo.
tem também a obra terminada de ler hoje em sala ("NOSSA AMIGA") que mostra muito bem a capacidade que a palvra tem para crir varias hipóteses, e fazendo com que conheça palavras que nunca tivesse visto antes.


GUILHERME AUGUSTO MOREIRA SBECKER
3ºC

Mateus disse...

Nas aulas de Terça feira voltamos a falar sobre o poder da palavra, falamos sobre a passagem biblica do Rei Salomão que era justo e sinsero nas suas decisões.Vimos tambem que a palavra também tem o poder de agir direto nas emoções, mostrando claramente de um modo bom ou ruim.Ja na quinta lemos e comentamos um pouco da Biografia Oswaldo de Andrade, da sua participação na semana da arte, moderna junto a Lucila do Amaral e Mario de Andrade e alguns acontecimentos em sua vida, como a traição a esposa.Bom lembrar que na explicação da professora deu a entender que a razão ea emoção aandam juntas.

Carolina Gisolfi disse...

Falamos do poder da palavra sagrada a partir da leitura de um relato bíblico Salomão. Concordo que para seguir leis de Deus é preciso ter fé (ou medo), sem ela não há essa “troca”.
Lemos o conto de Drummond, “Nossa amiga”, e na comparação entre a narrativa que cria a imagem de São Paulo, neologismos, falta de pontuação intencional, essa inclusive, é uma característica do Modernismo.

Ariane disse...

As aulas dessa semana foram otimas, como sempre!
Continuamos a falar da 'palavra', mas dessa vez, entramos na palavra do poder, porem para quem tem fé.
Atraves do texto de Salomão, um homem conhecido como sabio e justo, podemos observar o grande poder de uma palavra, porem esse grande poder da palavra só se transparece se for dito por alguem que tem conhecimeto profundo do que diz.

Tambem trabalhamos com dois textos do nosso 'querido' caderno do aluno, rs
Fizemos uma comparação do texto de Carlos Drummond 'Nossa Amiga' com o texto de Oswald de Andrade. Textos com diferentes modos de escrever e que nos prende a leitura, nos faz criar hipoteses e imaginar realmente o que se passa em ambos os textos, nos dando sensações unicas. Retomamos a falar um pouco da literatura no século XX e da biografia de Oswald de Andrade e seu estilo.

Beijos professora =D

Ariane C. Gregório 3EMC

mandiihsz disse...

As aulas dessa semana falamos denovo do "Poder da Palavra" pois falamos em Biblia mais só quem tem fé acredita nessas palavras , depois fomos para o conto de Drummond, “Nossa amiga”,que falava de uma garotinha que se achava "dona"da casa da visinha pois vivia lá , ela era muito interesseira porque só tomava banho quando a visinha mentia pra ela que tinha festa mais pra crianças qualquer coisa e festa e depois o conto acabou com um desfecho enigmático pois acabou com a hitoria da biblia que se descobria um novo rei pis intão o rei mandou matar todos o filhos homem.

Amanda Jessica dos Santos 3°C

luiza disse...

(Semana passada)
Bom, nesta semana concluímos os trabalhos das apresentações dos artigos da DUDH, e discutimos a importancia deste para nosso cotidiano.
O DUDH surgiu após a 2ª Guerra Mundial.
Também estudamos mais um capitulo da arma didática, abordando o tema: A defesa da liberdade de expressão, discutindo as didaturas que ocorreram no Brasil (ditadura militar, ditadura de Getúlio Vargas e a ditadura de Floriano Peixoto.)
Foi-nos proposto um trabalho para apresentar os direitos humanos para a escola JC, pois muitos ainda não os conhecem.
Estudamos também no livro didatico a fabula "Salomão julga a causa de duas mulheres", onde foi possivel perceber que a fabula foi criada para ensina.
"Entre o mito e a arte nasce a religião". Esta foi uma frase dita pea professora durante a explicação desta fabúla que aborda a inteligencia humana.
Mas nenhum pensamento é certo. Existe vários "olhares", o da ciencia, da arte, da filosofia, do mito, da religiao, do senso comum.
E como nem tudo é só mar de rosas, voltamos nossos pensamentos para o Caderno do Aluno, onde refletimos sobre o texto em que José Luis Landeira faz uma homenagem a Oswado de Andrade atraves do texto "Sem Botafogo, mas com etc.", de forma que , atraves da falta proposital de acentuação, o texto demonstrasse a correria da grande São Paulo, cidade natal do homenageado.
E claro, que depois de alguns minutos reflexivos, foi-nos proposto mais um trabalho, mas esse abordando a biografia de Oswaldo de Andrade e a ligação com seu poema Memorias sentimentais de João Miramar, e obter também os poemas: brasil, erro de portugues e Pronominais.


(esta semana)

Nesta semana vimos o texto "Tradição sagrada", e discutimos sobre as leis que também são estabelecidas pelas religiões através da Bíblia, sendo um deles "Os 10 Mandamentos".
Vimos também que até as leis precisam de leis para serem escritas. A primeira lei existente foi de Hamurabi: Olho por olho, dente por dente.
Continuamos a leitura do conto de Carlos Drummond de Andrade "Nossa Amiga". Um texto onde ele retrata a amizade imposta de uma menina de três anos de idade com sua vizinha, utilizando de intertextualidade referencial no final com um texto da Biblia.
E para finalizar a semana foi-nos propostos a pesquisa sobre Carlos Drummond de Andrade.

(Esperio um dia trabalhar com Mario de Andrade.)

Gabriella disse...

Continuamos a falar da 'palavra', porém falamos mais sobre a palavra do poder, na questão da fé.
Com a leitura do texto de Salomão, homem dito sabio e justo, observamos o grande poder da palavra, algo que só pode ser compreendido por alguém que tem conhecimento dela. Lemos também taxtos de Carlos Drummond de Andrade, e Oswaldo de Andrade, comparando-os. E vimos que a parir desses textos podemos criar imagens e hipóteses, sentindo-se bem com o que esta lendo e sentindo vontade de não parar.

Gabriella 3°C

Guilherme Rodrigo disse...

Terça-feira foi trabalhado um texto bíblico de Salomão, no qual se resolve uma situação entre duas pessoas com a palavra, denovo voltando ao assunto “o poder da palavra” na questão que envolve a fé. Já na quinta-feira voltamos ao texto “Nossa Amiga” de Drummond logo após ouve uma comparação com o texto de Oswald de Andrade e por fim foi falado um pouco sobre poesia moderna.

Guilherme Rodrigo 3° EMB

Lucas disse...

Na terça-feira, voltamos a falar sobre o "PODER DA PALAVRA", mais pelo lado bíblico, discutindo a passagem de Salomão. Já na quinta-feira, voltamos ao conto de Drumonnd de Andrade "Nossa Amiga" (caderno do aluno), discutimos sobre José Oswald de Sousa, e falamos sobre a poesia moderna que deu início no Brasil a partir do século XX.

Lucas Rafael, n°17, 3EMB.

Johnathan disse...

Nessa semana demos continuidade aos assuntos do livro didático, trabalhamos com o texto “A Defesa da Liberdade de Expressão” e comentamos alguns momentos em que a liberdade de expressão era estritamente proibido (ditaduras).Em seguida realizamos a leitura da fábula “Salomão julga a causa de duas mulheres”, no qual Salomão julga uma situação envolvendo duas mulheres, uma criança e uma tremenda dúvida:De quem é o filho?O rei sabiamente resolveu essa situação, propondo que dividisse a criança em duas partes, mas a verdadeira mãe na verdade preferia que seu filho ficasse com a outra mulher ao vê-lo morto, assim então Salomão viu quem era realmente a mãe da criança.
Na quinta-feira eu precisei faltar, porém me disseram que deram continuidade no Caderno do Aluno com a leitura do conto de Carlos Drummond de Andrade, “Nossa amiga”.E também foram feitos alguns comentários a respeito de Oswald de Andrade.

Johnathan T 3°EMB

Eduardo Henrique disse...

Na aula do dia 30/03 trabalhamos o livro didático,onde vimos na pagina 795 o texto com o titulo "A defesa da liberdade de expressão".Nisto foi entendido que existem diversos materiais para planejar e executar a proposta de divulgação e sensibilização do DUDH(Declaração Universal dos Direitos Humanos).
Tambem abordamos o tema "uma tradição sagrada",onde fizemos a leitura do texto "Salomão julga a causa de duas mulheres" na página 798.
No dia 01/04 vimos a biografia de Oswald de Andrade.Ele nasceu em São Paulo e seu principal objetivo era defender a poesia moderna.Suas poesias tinham muitas irônias, como por exemplo a poesia chamada "erro de português", onde ela faz uma intertextualidade com a "Carta de caminhas".
Tambem vimos um pouco sobre a poesia moderna que nasceu no Brasil no sec XX e defende o resgate dos valores éticos nacionais.
Tambem fizemos a leitura do conto "Nossa amiga" de Carlos Drummond de Andrade.
Um conto pode ser uma narrativa ou um enredo fictício.Fizemos alguns exercícios da revista sobre este conto.

Eduardo Henrique - 3°EMB

charlles disse...

Esta semana vimos o texto ‘A defesa da Liberdade de expressão’,depois lemos o texto “Uma tradição Sagrada” no qual o rei Salomão soluciona um problema entre duas mulheres que afirmam que Mãe da mesma criança e o rei Salomão resolve de maneira simples e com muita sabedoria. Na Quita-Feira começamos a ver o texto “Nossa Amiga”,que foi escrito pelo grande escritor Carlos Drummond de Andrade e também discutimos sobre a biografia do escritor Oswald de Andrade.
Charlles Kaê de Paula 3°EMB

Paulo Victor disse...

Olá professora.
Trabalhamos um texto do livro de didático,onde lemos a passagem de Salomão, conhecido como o homem mais sábio de todos, ele que por sinal é uma figura muito importante nos textos bíblicos por ser um rei justo e com plena sabedoria em cada um de seus julgamentos, em um deles resolve uma discussão entre duas mulheres usando o sua ilustre sabedoria.
Também fizemos a leitura do conto "Nossa amiga" de Carlos Drummond de Andrade.
discutimos e chegamos a decisão que: um conto pode ser uma narrativa ou um enredo fictício.
Fizemos alguns exercícios no caderno do aluno.
Falamos sobre a poesia moderna, que nasce no nosso pais no séc.20, com temas variados e urbanizados.
Houve tembém uma pequena discussão sobre a biografia de Oswald de Andrade.

Paulo Victor 3º EM B

leonardo disse...

Nas aulas da semana, continuou-se a enfatizar o Poder da Palavra. Com o auxílio do livro didático, estudamos sobre as primeiras leis, na qual destacam-se aquelas encontradas na Bíblia, especialmente os Dez Mandamentos.
Já com nosso Caderno/Revista do Aluno, foi apresentado um texto incrível de Oswald de Andrade, que mostra, com neologismos e falta intencional de pontuação gráfica, o agito, a correria e a rotina da capital paulistana.
Na mesma aula, tive a oportunidade de conhecer um texto de Drummond, "Nossa Amiga", um texto cheio de diálogos e que no final mostra uma intertextualidade bem interessante.

Leonardo Henrique 3]EMC

Rafael Santos disse...

Na aula de terça feira lemos sobre Salomao , que se destacou por ter o poder da palavra e por ser justo e racional.
E na quinta feira vimos sobre Oswald De Andrade e sua importancia para a Semana da Arte, comentamos que o cenario na literatura foi mudando com o tempo que agora é totalmente urbanizado. Começamos a trabalhar um conto de Crlos Drummond De Andrade "Nossa amiga" , onde fala sobre uma criança que de tanto frequentar a casa do vizinho , os moradores da casa a consideravam como da familia.

Rafael de Siqueira 3° EM B

albert disse...

Boa tarde Professora.
Bom nessa semana que passou nós continuamos falando do "Poder da palavra" com base em um relato biblico de um rei chamado Salomão onde ele precisava tomar uma decisão muito importante e justa.
Falamos também de um conto de Carlos Drummond de Andrade "Nossa Amiga" onde fizemos hipoteses de porque o conto obtém esse nome.

jayson disse...

Gostei dos comentarios sobre oswald de andrad pode ajudar muito apresentaçao do trabalho.... a unica duvida q tenho com relaçao as aulas e o conteudo da prova no caso ela vai ser como um roteiro de estudo com questoes sobre textos q nos lemos ou vai fala mais da literatura com qestoes sobre figuras d linguage usadas nos text,sobre narradores,prologo,desenvolvimento e desfecho.......?so isso mesmo q eu qeria saber

Two Worlds disse...

Nas últimas aulas falamos sobre o poder da palavra sagrada,discutimos os artigos,lemos “ A defesa da liberdade de expressão”. Toda pessoa tem direito de se expressar, usando qualquer meio de comunicação,teve a leitura de um relato da bíblia Salomão, a leitura de Salomão julga causa de duas mulheres. Se observa que “Uma tradição sagrada”, a convivência cristã é normatizada por leis estabelecidas no Antigo Testamento como em Êxodo,os 10 mandamentos. Ao longo da história da humanidade, códigos foram estabelecidos para normatizar a convivência entre os Seres humanos de forma saudável,harmoniosa e justa. Partindo do código Hamurabi até as leis pós-modernas baseadas na gestão democrática. No final de tudo fizemos um cartaz e um mapa conceitual sobre os assuntos.

Raissa Gonçalves n°27 3°EMB

Lela disse...

Na terça-feira dia 20/04/2010 realizamos a prova de Português. A prova abordava o assunto “o poder da palavra e a palavra do poder” com o texto literário de Guimarães rosa “Famigerada”. Na quinta feira todos os alunos do 3ºc corrigiram suas provas. Assim aprendemos mais ainda sobre Guimarães que seus textos literários são ricos em neologismo (palavras novas, criadas por ele).




Boa semana Prof.

Emanuela Borges 3emc

albert disse...

Itororó Era domingo,quando acordei com meu pai me chamando para irmos em Itororó, levantei escovei meus dentes,lavei meu rosto e fiquei me perguntando o que poderia significar Itororó? Será que poderia ser alguma cidadezinha no interior de São Paulo que ainda não pude conhecer,ou algum salão de festas ou até mesmo poderia ser um barzinho do Seu Itororó. Pensei, pensei, pensei,mas não consegui chegar a nenhuma conlusão certa, apenas suposições.
Passou-se alguns minutos e meu pai perguntou:
-Albert, você já está pronto?
-Sim já estou.Mas pai quando é que nós vamos?Meu pai respondeu:
-Só estou esperando sua mãe terminar de arrumar a mochila.
Nossa!!! Quando ouvi meu pai me dizendo que minha mãe estava terminando de arrumar a mochila, já logo pensei "Não iriamos em nenhum salão de festas e muito menos no barzinho do Seu Itororó,mas poderia ser uma cidadizinha no interior de São Paulo".
Minha mãe estava arrumando a mochila,poderia ser um pequinique em algum lugar de Itororó.
Estava saindo de meu quarto quando ouço meu pai me dizendo:
-Albert vamos,já está na hora.
-Já estou indo.
Quando entro no carro, minha mãe pede para eu levar a mochila. NO caminho para Itororó, não resisto de curiosidade ,e a mochila, e vejo aquele monte de roupas incluindo minha sunga. Quando pergunto:
-Mãe,por que trouxe minha sunga?
-Ué para você usar em Itororó.
-Nossa!!! Mâe, eu sei que é pra eu usar. Mas eu quero saber por que levar para Itororó? Afinal o que significa Itororó? Pois o pai não me disse seu significado.
Seu pai não te disse o que significa a palvra Itororó? Meu pai diz:
-Ele não me perguntou ,pensei que já soubesse.
-Não. Pai!!! NÂO perguntei, pois pensei que pudesse ser uma cidadezinha no interior de São Paulo.
-Não, Albert, Itororó é uma pequena cachoeira que fica em São fransisco Xavier.
-Nossa!!!!!!!! Essa era a última coisa que eu poderia imaginar.

albert disse...

Itororó
Era domingo,quando acordei com meu pai me chamando para irmos em Itororó, levantei escovei meus dentes,lavei meu rosto e fiquei me perguntando o que poderia significar Itororó? Será que poderia ser alguma cidadezinha no interior de São Paulo que ainda não pude conhecer,ou algum salão de festas ou até mesmo poderia ser um barzinho do Seu Itororó. Pensei, pensei, pensei,mas não consegui chegar a nenhuma conlusão certa, apenas suposições.
Passou-se alguns minutos e meu pai perguntou:
-Albert, você já está pronto?
-Sim já estou.Mas pai quando é que nós vamos?Meu pai respondeu:
-Só estou esperando sua mãe terminar de arrumar a mochila.
Nossa!!! Quando ouvi meu pai me dizendo que minha mãe estava terminando de arrumar a mochila, já logo pensei "Não iriamos em nenhum salão de festas e muito menos no barzinho do Seu Itororó,mas poderia ser uma cidadizinha no interior de São Paulo.
Minha mãe estava arrumando a mochila,poderia ser um pequinique em algum lugar de Itororó.
Estava saindo de meu quarto quando ouço meu pai me dizendo:
-Albert vamos,já está na hora.
-Já estou indo.
Quando entro no carro, minha mãe pede para eu levar a mochila. No caminho para Itororó, não resisto de curiosidade ,e a mochila, e vejo aquele monte de roupas incluindo minha sunga. Quando pergunto:
-Mãe,por que trouxe minha sunga?
-Ué para você usar em Itororó.
-Nossa!!! Mâe, eu sei que é pra eu usar. Mas eu quero saber por que levar para Itororó? Afinal o que significa Itororó? Pois o pai não me disse seu significado.
Seu pai não te disse o que significa a palvra Itororó? Meu pai diz:
-Ele não me perguntou ,pensei que já soubesse.
-Não. Pai!!! NÂO perguntei, pois pensei que pudesse ser uma cidadezinha no interior de São Paulo.
-Não, Albert, Itororó é uma pequena cachoeira que fica em São fransisco Xavier.
-Nossa!!!!!!!! Essa era a última coisa que eu poderia imaginar.

Albert 3EMC

albert disse...

Boa tarde professora.
Nesta semana que passou fizemos uma prova com o texto de Guimarães Rosa "Famigerado" e uma crônica de Carlos Drummond de Andrade.
Na quinta-feira corrigimos a prova nas 2 aulas.
Albert EMC

AlanN disse...

oi professora Piedade estou estudando verbos Alan da 5 serie A.